< Voltar ao Banco de Projetos

PGP-PR Tecnologia e Inovação

Saúde Digital

Ano / Edição: 2017
Município: Guaíra
Função de Governo: Administração

Administração Indireta:

Município de Guaíra

Diagnóstico

Qualidade da informação é crucial para a tomada de decisão correta pelos gestores e seu planejamento para os anos seguintes. Neste pensamento a secretaria de saúde a partir do ano de 2014 passou a investir em tecnologia para que as informações sejam confiáveis. Falhas nas informações, refletem diretamente no orçamento, no atendimento justo e com qualidade aos pacientes que são os mais interessados. Guaíra possui segundo o IBGE 2016 estimado em 32.784 habitantes, porém a base cadastral de pacientes SUS, junto à secretaria em 2014, passava dos 75 mil cadastros, centenas de usuários duplicados, com falta de informações como CNS (Cartão Nacional da Saúde), CPF, Endereço, contato. Além de não identificar os pacientes advindos de cidades vizinhas e do Paraguai o qual faz fronteira. Infraestrutura de redes e computadores também foram problemas a serem enfrentados, pois os equipamentos eram defasados dificultando os lançamentos e demais trabalhos dos profissionais de saúde. Neste sentido, investimentos em tecnologia assim como estratégias para que o atendimento seja realizado de forma justa, rápida e transparente foram implantados.

Descrição

O projeto consta a padronização dos equipamentos e rede lógica em todas as unidades de saúde, adquirindo equipamentos de qualidade e com garantia. Criar um padrão de cadastro de pacientes e lançamento de informações de forma rápida e correta, eliminando o uso de receitas, encaminhamentos e demais recomendações principalmente médicas de forma manual. Preparar o software para integrar as informações das visitas dos agentes comunitários com o Georreferenciamento, assim melhorando a visibilidade das residências visitadas com uso de tablet's. Viabilizar a implantação de software de radiografia digital e disponibilização em tempo real aos profissionais envolvidos no atendimento do paciente. Aquisição de computadores, impressoras e equipamentos para a emissão do cartão cidadão, como as impressoras de cartão PVC, ribbons, leitor biométrico e webcam. Organização e montagem da equipe de cadastramento.

Objetivos

Gerais:

Reestruturar os equipamentos e infraestrutura de redes de computadores, a implantação da estratégia para padronização de informação de pessoas e seu recadastramento e identificação dos moradores de Guaíra. Uso do software de prontuário eletrônico por todos os profissionais de saúde, de forma online ou offline através de tablets. Disponibilização da territorialização e visitas dos agentes de saúde através de georreferenciamento. Acesso em tempo real a exames de radiografias pelos profissionais médicos em sua unidade de saúde. Acesso do gestor à relatórios, dados e informações confiáveis e atualizadas e transmissões de dados da secretaria diretamente aos sistemas de informações do Ministério, Secretaria de Estado da Saúde e demais órgãos de controle.

Específicos:

a) Reestruturar a infraestrutura de redes com uso de tecnologias atuais e modernizar o parque de computadores e impressoras com equipamentos de qualidade e durabilidade. Para a conectividade a utilização de fibra óptica para interligar as 14 unidades de saúde com a central localizada na UPA. Na área rural o uso de tecnologia AirMAx em torres de comunicação para que o sinal seja de qualidade e suficiente para o uso dos softwares implantados. b) Possuir equipamentos de TI suficiente para que todos os profissionais de saúde possam lançar sua produção de forma rápida e confiável. c) Adoção em 100% das unidades de saúde o uso do prontuário eletrônico. d) Criação do Cartão Cidadão, que será a forma utilizada para padronizar os dados cadastrais dos pacientes. Nesta estratégia a população é convocada a fazer seu recadastramento na base de dados. Para a homologação do cadastro, o habitante deve levar em mãos seus documentos pessoais (RG, CPF ou RN para menores), comprovante de endereço e a anuência de seu agente comunitário, no local também são coletados a biometria e fotografia do habitante e em seguida seu cartão é entregue. e) Aquisição de tablet’s para uso em visitas domiciliares pelos agentes comunitários de saúde. Além da praticidade de utilizar esta ferramenta, ela será de fundamental importância para que se mantenha a base cadastral coesa, pois no ato da visita o agente de saúde poderá por exemplo informar que um paciente ou uma família mudou-se, assim enviando esta informação pelo software aos responsáveis pelo cartão cidadão para que estes possam registrar essa mudança, e invalidando o cartão emitido. f) Integração da territorialização das unidades de saúde e visitas realizadas pelos agentes comunitários na plataforma de georreferenciamento do município. Utilizando esta ferramenta os profissionais terão em mãos a abrangência de sua unidade de saúde e a região que cada agente de saúde deve estar visitando. g) Utilizar o software de radiologia digital, onde em tempo real o exame será disponibilizado para acesso do profissional solicitante em sua unidade de saúde, assim evitando a impressão destas radiografias. h) Instalar câmeras de monitoramento nas unidades de saúde. i) Adquirir e modernizar o parque de máquinas servidoras de sistemas da saúde.

Metas a atingir:

Conter quantidade e qualidade de informações no software de gestão condizente com a realidade do município. Melhora nos diagnósticos e acompanhamento dos pacientes pelos profissionais de saúde. Identificação, acompanhamento e autorizações aos pacientes mais necessitados, assim tornando o atendimento mais justo. Diminuir a perca de medicamentos e a sua compra excessiva. Possuir uma fila de espera justa, organizada e transparente para procedimentos ou consultas especializadas. Entregar o cartão cidadão a todos os habitantes de Guaíra, com enfoque nos usuários SUS. Disponibilizar o Portal da Saúde, onde haverá informações sobre a fila de espera, a posição do paciente e os medicamentos disponíveis na farmácia municipal. Modernizar o parque de máquinas servidoras de softwares da saúde, aumentando seu desempenho e armazenamento.

Cronograma

Físico:

Em 2014 iniciou-se os investimentos em computadores e impressoras para as unidades de saúde, juntamente com a aquisição de equipamentos de infraestrutura de redes como Switchs Gigabit, nobreaks, cabos e Rack antenas AirMax para 4 unidades de saúde. Em 2015 continuou a aquisição de computadores e equipamentos para as unidades de saúde restantes, incluindo a UPA que ainda seria inaugurada e a nova cede da Vigilância Sanitária e SAMU e também são entregues o tablet’s para a visita nas residências pelos agentes de saúde. Em 2016 inicia-se os trabalhos para a emissão do Cartão Cidadão, com apoio dos agentes comunitários de saúde de cada bairro. Foram realizados o recadastramento em todas as unidades de saúde e também nas escolas municipais e estaduais do município. Neste ano integra-se a territorialização das unidades e as visitas dos agentes de saúde ao georreferenciamento do município. Possibilitando a consulta das áreas e micros áreas no mapa municipal, contendo as visitas de cada agente e os moradores da residência visitada. É implantado o software de radiologia digital e disponibilizado o acesso aos profissionais em todas as unidades de saúde municipais. Em 2017 é instalado nas unidades de saúde a conexão de fibra óptica com velocidade de 100 Mbps e aquisição de tablets mais potentes aos agentes de saúde. Adquirido, implantado e configurado o parque de servidores exclusivos para os softwares da saúde, inteiramente municipalizado.

Financeiro:

Investimento realizado em máquinas servidoras foram de R$ 165.000,00. Ao todo foram 79 novos computadores, 14 notebooks, 46 impressoras laser, 20 Leitores de código de barras e 30 tablets, 12 Switches Gigabit, 56 nobreaks e leitores biométricos. Investimentos que ultrapassam os R$ 350.000,00. Solução completa de radiologia digital, adquirido por R$ 250.000,00. Interligação das unidades de 14 unidades de saúde por fibra óptica e gateway de navegação no valor de R$ 3.500,00 mensais. Equipamentos e materiais para a emissão do cartão cidadão no valor de R$ 41.700,00 para 30 mil cartões impressos e entregues. Software de gestão da saúde no valor de R$ 6.500,00 mensais.

Orçamento:

O trabalho orçado em aproximadamente R$1.000.000,00 divididos em 4 anos.

Beneficiários Diretos:

Habitantes e a gestão do município de Guaíra.

Beneficiários Indiretos:

Usuários do Sistema Único de Saúde SUS e os funcionários da saúde de Guaíra.

Resultados:

Como resultado foram obtidos a produção de acordo com a demanda do município, todos os atendimentos e procedimentos são informados no software de gestão. Todas as 14 unidades de saúde foram contempladas com o trabalho de modernização, sendo disponibilizado o prontuário eletrônico, software de radiografia digital, computadores e impressoras de qualidade, WIFI, tablets e acesso ao GeoPortal. Aumento e melhoria nas informações transmitidas aos sistemas de informações federais e estaduais, como o SIA, E-SUS, CNES, RAAS, SIPNI, entre outros. Com a padronização do cadastro e uso do cartão cidadão, a identificação e contato com o paciente se tornou eficaz e eficiente. A secretaria possui em sua base os documentos necessários para encaminhamentos e demais atendimentos a estes pacientes, tornando o processo mais rápido e resolutivo. O cadastro ativo no sistema atualmente está de acordo com a população do município.

Anexos

< Voltar ao Banco de Projetos