< Voltar ao Banco de Projetos

Certificado de Reconhecimento

Sarcóphagus

Ano / Edição: 2019
Município: Guaíra
Função de Governo: Administração

Administração Indireta:

Município de Guaíra

Diagnóstico

O cemitério municipal de Guaíra, nos seus mais de 60 anos de existência, e em grande parte destes anos fora administrado por um mesmo grupo de pessoas, nunca foi informatizado e sequer mapearam os túmulos. Ou seja, a quantidade de pessoas sepultadas, túmulos, capelas eram todos no "achismo", ou deveriam realizar buscas nos velhos livros de sepultamentos, que pelo cuidado que lhes deram ao longo dos anos, pareciam um pergaminho dos mortos de Mumm-Ra do Egito antigo. Além de várias denuncias de vendas ilegais de túmulos onde o município não tinha conhecimento. E quando haviam pessoas buscando informações sobre entes sepultados, se não houvesse o responsável pelo cemitério, a busca era demorada e monótoma, gerando reclamações principalmente sobre a organização do cemitério. Outro problema a ser enfrentado no cemitério era a falta de espaços para novos sepultamentos, que apesar da construção do Ossuário Municipal que abrigou mais de 700 ossadas, o cemitério estava com os dias "contados".

Descrição

O projeto consta em desenvolver uma ferramenta de gestão de cemitérios, utilizando tecnologias de última geração que possuem licença GPU (General Public License). Mapear os cemitérios do município (Central, Maracajú dos Gaúchos, Bela Vista e Oliveira Castro) com seus túmulos e organiza-los em Setores, Quadras e Lotes, identificar a situação de cada túmulo e seu tipo (Capela, Jazigo, Carneira, Gaveta ou Cova). Realizar o recadastramento dos falecidos, buscando nos livros antigos e nas lapelas dos túmulos os dados. Assim como a colaboração dos munícipes que possuem informações de seus entes sepultados. Elaborar um método de trabalho onde o funcionário da capela consiga emitir uma DAM (Documento de Arrecadação Municipal) para que o solicitante do sepultamento faça o pagamento da taxa, assim evitando que os valores sejam entregues em espécie. Identificar os sepultamentos com parecer social, que são os sepultamentos para pessoas com baixa renda, onde lhe é concedida um lote por 2 anos. Capturar uma Ortofoto do cemitério e vincular ao Mapa Georreferenciado de Guaíra (GEOGUAÍRA), onde a visualização dos túmulos sejam mais claras e que estudos visando a reorganização dos cemitérios sejam efetuados através desta imagem.

Objetivos

Gerais:

O objetivo é criar uma ferramenta para gestão de cemitérios, simples, eficiente e eficaz para que as informações sejam compiladas em um banco de dados em nuvem, onde a população possa buscar informações sobre os sepultamentos via portal do município, e os gestores possam ter informações concisas e reais para que a tomada de decisão seja a mais assertiva possível.

Específicos:

1) Realizar a análise para a concepção da documentação e posterior desenvolvimento do sistema. 2) Selecionar as melhores tecnologias de software livre para o desenvolvimento do projeto. 3) Iniciar a codificação do sistema utilizando as tecnologias JAVA, JAVA SERVER FACES, HIBERNATE, PRIMEFACES, SPRING MVC, MAVEN, APACHE TOMCAT e POSTGRESQL como gerenciador de banco de dados e Eclipse como IDE de desenvolvimento. 4) Identificar todos os setores, quadras e lotes dos cemitérios municipais e importar no sistema, fazendo o levantamento no local. 5) Recadastrar os falecidos no sistema, tendo como base os livros de sepultamentos, informações das lápides dos túmulos e familiares dos falecidos. 6) Treinar os usuários para a utilização correta do software. 7) Disponibilizar a consulta dos falecidos via portal do município para os cidadãos. 8) Realizar a Ortofoto do cemitério via drone. 9) Importar a Ortofoto no Sistema de Informações Geográficas do município (GEOGUAÍRA). 10) Integrar os setores, quadras e lotes com o GEOGUAÍRA. 11) Integrar os falecidos com o GEOGUAÍRA para consulta via mapa e ortofoto.

Metas a atingir:

Ano de 2017. De fevereiro a abril levantar 100 % dos requisitos do sistema com a elaboração dos diagramas para a codificação do projeto. De abril a setembro desenvolver 80% da ferramenta atendendo os principais requisitos. De setembro a outubro fazer o mapeamento dos cemitérios in loco. Em outubro treinar os usuários do sistema Em novembro finalizar 100% o desenvolvimento do projeto e implantá-lo na administração. Entre novembro e dezembro realizar o recadastramento dos sepultados. Ano de 2018 Em junho realizar o voo com drone para capturar a ortofoto dos cemitérios e adicionar a imagem no GEOGUAIRA Outubro de 2018 iniciar o processo de integração dos dados do Sarcóphagus com o GEOGUAIRA Ano 2019 Avaliar e finalizar a integração dos dados entre o sistema Sarcóphagus e GEOGUAIRA.

Cronograma

Físico:

Fevereiro de 2017 inicia-se a análise para a execução do projeto. Abril de 2017 começam os trabalhos de codificação (programação) do projeto. Setembro de 2017 o mapeamento e cadastramento dos túmulos é iniciado. Outubro de 2017 são treinados os responsáveis pelas capelas mortuárias. Novembro de 2017 é implantado definitivamente o projeto Sarcóphagus no Município de Guaíra. Junho de 2018 é realizado um voo via drone para capturar a imagem do cemitério e adicionar no sistema de informações geográficas (GEOGUAÍRA). Setembro de 2018 o Sarcóphagus torna-se software público através do decreto municipal 287/2018 Outubro de 2018 inicia-se a integração dos dados do Sarcóphagus com o GEOGUAÍRA. Março de 2019 é finalizada a integração entre os sistemas. Abril de 2019 são disponibilizadas as informações dos lotes e falecidos no GEOGUAIRA.

Financeiro:

Foram utilizados somente os conhecimentos e a vontade de inovar dos técnicos da secretaria de TI, não sendo necessário gastos financeiros no projeto.

Orçamento:

Foram necessárias 600 horas de análise e programação para a execução do projeto. Não sendo necessário gastos financeiros para a elaboração do projeto.

Beneficiários Diretos:

Gestão do Município e população em geral

Beneficiários Indiretos:

A gestão do município, principalmente na Secretaria de Administração que é a responsável pela gestão dos cemitérios. A população em geral, pois podem acessar o sistema para buscar informações dos falecidos sepultados.

Resultados:

Com o uso do Sarcóphagus, a gestão dos cemitérios tornaram-se rotinas fáceis de serem realizadas pelos funcionários. Com os dados compilados no sistema, e gerando relatórios relevantes, a gestão identificou que haviam mais de 2.700 lotes considerados abandonados ou em péssimo estado de conservação. E como havia o problema de espaço no cemitério, o município emitiu um decreto nº 135/2018 que pode ser acessdo no link: http://www.guaira.pr.gov.br/index.php?sessao=b054603368vfb0&id=4485, onde notificavam que os lotes em questão seriam exumados e enviados ao ossuário municipal, como houveram poucas reivindicações dos lotes, os mesmos foram exumados e abriram novos lugares para novos sepultamentos, assim o cemitério aumentou sua "vida útil" em mais de 15 anos. Com o sistema é possível saber a localização exata dos falecidos, saber quem é o familiar responsável, endereço, contato, causa morte, a funerária que realizou o atendimento e além de possuir digitalmente a certidão de óbito do falecido, diminuindo o uso de papeis. O Sarcóphagus é integrado com o sistema de arrecadação municipal, desta forma no ato da solicitação do sepultamento, o solicitante sai com um boleto para pagamento da taxa, assim evitando o pagamento em espécie como era feito em anos anteriores. O sistema também identifica os sepultamentos gratuitos, onde o município através de um parecer social emitido por um(a) Assistente Social da prefeitura, autoriza o sepultamento com a isenção da taxa, e neste caso a família do falecido tem até 2 anos para a sua aquisição, após este período, caso não haja a compra, os restos mortais são transferidos ao ossuário municipal. Este aviso de vencimento do prazo é realizado pelo sistema automaticamente. Com o software é possível identificar todos os serviços realizados nos cemitérios (Sepultamento em carneira, cova, exumação, transferência, etc.). Onde estes serviços são executados por uma empresa terceirizada, o software emite o relatório para que o gestor possa acompanhar e fiscalizar os serviços realizados. Toda transferência é realizada através do software, informando o motivo, responsáveis a origem e destino, assim tornando mais transparente esta rotina dentro do cemitério.

Anexos

< Voltar ao Banco de Projetos