Procedimento tornou o tempo de espera instantâneo

O projeto Desburocratização de Autorização de Internação Hospitalar foi desenvolvido em resposta ao tempo de espera excessivo para a autorização de cirurgias eletivas em Campo Mourão, na Região Centro-Oeste do Paraná. Agora, com um processo totalmente digital, o número de cirurgias realizadas aumentou para 2.500 a 3.000 em 2023, representando um crescimento significativo de 90% em comparação ao ano anterior.

Antes da implementação do projeto, o processo de autorização era moroso e envolvia custos elevados, exigindo deslocamentos frequentes e o uso excessivo de papel. Em 2022, a introdução do sistema digital possibilitou a autorização de 2.148 cirurgias.

José Carlos Neitzke Palma, Gerente de Auditoria do projeto, ressaltou a eficiência do novo sistema, destacando a liberação de laudos em até 7 minutos. Além de reduzir o tempo de espera e os custos, o projeto contribuiu para a sustentabilidade ao eliminar o uso de papel e as emissões de CO2.

A plataforma gratuita adotada pelo projeto permitiu que hospitais e clínicas enviassem laudos e exames em formato PDF para a Secretaria de Saúde de Campo Mourão, eliminando a necessidade de impressão. Sara Beltrame, Secretária de Saúde de Mamborê, uma das beneficiadas pelo projeto, enfatizou a simplificação do antigo processo: “Antes era tudo manual, com muita locomoção e burocracia. Agora, é mais simples e eficiente.”

O projeto, ao manter a equipe original, evitou custos adicionais de contratação e teve um investimento total de R$ 16 mil. Um exemplo inspirador para outras regiões, ele demonstra o impacto positivo da tecnologia na promoção da eficiência da saúde pública.

Mais informações sobre esse projeto e sobre outras iniciativas premiadas no PGP-PR, você encontra no nosso Banco de Projetos.

Relacionados

9 DE FEVEREIRO DE 2024

Medianeira fornece acesso à saúde ocular para estudantes

Exames, tratamentos e cirurgias oftalmológicas são oferecidos pelo município

31 DE JANEIRO DE 2024

Cascavel otimiza uso de móveis com projeto de reaproveitamento

As peças de mobília do serviço público classificadas como inservíveis são agora...

26 DE JANEIRO DE 2024

Morretes promove a conservação ambiental por meio da meliponicultura

A criação de abelhas é feita ecologicamente por agricultores familiares

8 DE JANEIRO DE 2024

Toledo dispõe de parque aquático para a população

O espaço preserva o ambiente e fomenta o turismo local de forma gratuita