Iniciativa possibilita desenvolvimento pessoal e inclusão social desses indivíduos

As necessidades das pessoas com Transtorno do Espectro Autista (TEA) inspiraram o município de Campo Mourão, na Região Centro-Oeste do Paraná, a criar o projeto AMPARA – Centro Especial de Atendimento à Pessoa com TEA, que oferece serviços multiprofissionais terapêuticos de forma gratuita para pessoas com TEA e suas famílias. A iniciativa já teve 2.700 atendimentos, trazendo qualidade de vida aos pacientes.

“Nosso serviço foi criado através de várias demandas judiciais de atendimento ao autista, que são em alto número na cidade. Procuramos diversos tipos de serviços para que houvesse um acompanhamento completo, e acabamos criando o AMPARA”, analisou Camila Corchak, Secretária Municipal de Saúde de Campo Mourão.

O projeto trabalha com psicólogos, fonoaudiólogos, nutricionistas, psicopedagogos, terapeutas ocupacionais e assistentes sociais, que oferecem apoio aos familiares. Tais terapias são recomendadas por médicos e disponibilizadas pela iniciativa, trazendo qualidade de vida aos pacientes atendidos, possibilitando o seu desenvolvimento pessoal e a sua inclusão social com atendimento qualificado.

Lilian Gonçalves, psicóloga do AMPARA, explica como é o sentimento de trabalhar com este público: “Fui convidada a vir trabalhar no projeto, e nele sinto um misto de responsabilidade com o próximo e comprometimento profissional.”

Em suma, o projeto oferece à comunidade um atendimento efetivo e de qualidade, onde as pessoas com TEA e suas famílias são valorizadas. Com investimentos de R$ 900 mil, a iniciativa estendeu seus horários de atendimento desde 2022, no intuito de facilitar o acesso dos pacientes. Em 2024, pretende aumentar o número de profissionais e a capacidade de assistência.

Mais informações sobre esse projeto e sobre outras iniciativas premiadas no PGP-PR, você encontra no nosso Banco de Projetos.

Relacionados

9 DE FEVEREIRO DE 2024

Medianeira fornece acesso à saúde ocular para estudantes

Exames, tratamentos e cirurgias oftalmológicas são oferecidos pelo município

31 DE JANEIRO DE 2024

Cascavel otimiza uso de móveis com projeto de reaproveitamento

As peças de mobília do serviço público classificadas como inservíveis são agora...

26 DE JANEIRO DE 2024

Morretes promove a conservação ambiental por meio da meliponicultura

A criação de abelhas é feita ecologicamente por agricultores familiares

15 DE JANEIRO DE 2024

Campo Mourão inova o processo de autorização para cirurgias eletivas

Procedimento tornou o tempo de espera instantâneo