Composto produzido é doado para cerca de 200 produtores rurais

Por meio do projeto Compostagem no Jardim Botânico Municipal, criado em 2020 pela cidade de Nova Esperança, o composto orgânico que antes ia para o lixo, hoje vira adubo orgânico e é doado para pequenos produtores hortifrutigranjeiros do município, atendendo cerca de 200 propriedades rurais.

Os garis de Nova Esperança recolhem uma quantidade excessiva de galhos, folhas e gramas, por isso, foi preciso buscar uma alternativa para a reutilização desses compostos. Com a iniciativa Compostagem no Jardim Botânico Municipal, os resíduos foram transformados em adubo para hortas comunitárias, praças, canteiros, escolas e também foram doados a pequenos produtores hortifrutigranjeiros.

Os resíduos são recolhidos do perímetro urbano da cidade e transportados para o Jardim Botânico Municipal, local escolhido para desenvolver o processo de compostagem, que consiste na trituração, armazenagem e umedecimento das folhas e galhos. Em um período de um a dois meses, o composto orgânico está pronto para utilização.

Os agricultores que recebem o adubo são acompanhados pela Secretaria de Agricultura e Abastecimento, que disponibiliza um técnico para assistir e orientar os produtores sobre a melhor utilização do composto orgânico.

Os bons resultados garantiram ao projeto o Certificado de Reconhecimento do Prêmio Gestor Público Paraná 2021, uma das premiações mais importantes desse segmento no país.

Mais informações sobre esse projeto e sobre outras iniciativas premiadas no PGP-PR, você encontra no nosso Banco de Projetos.

Relacionados

9 DE FEVEREIRO DE 2024

Medianeira fornece acesso à saúde ocular para estudantes

Exames, tratamentos e cirurgias oftalmológicas são oferecidos pelo município

31 DE JANEIRO DE 2024

Cascavel otimiza uso de móveis com projeto de reaproveitamento

As peças de mobília do serviço público classificadas como inservíveis são agora...

26 DE JANEIRO DE 2024

Morretes promove a conservação ambiental por meio da meliponicultura

A criação de abelhas é feita ecologicamente por agricultores familiares

15 DE JANEIRO DE 2024

Campo Mourão inova o processo de autorização para cirurgias eletivas

Procedimento tornou o tempo de espera instantâneo