CONFIRA O PROGRAMA BOM GESTOR PÚBLICO SOBRE ESSE PROJETO:

 

Coleta Verde realiza a troca de materiais recicláveis por hortaliças produzidas por agricultores locais. Itens coletados são encaminhados para cooperativas de catadores

Cuidar do meio ambiente, garantindo que as futuras gerações tenham um bom lugar para se viver, é uma demanda cada vez mais urgente no mundo. Além disso, oferecer uma alimentação de qualidade também contribui para formarmos gerações saudáveis e responsáveis com o nosso planeta. Pensando nisso, a Prefeitura de Colombo, na Região Metropolitana de Curitiba, desenvolveu o Programa Coleta Verde.

Prefeita de Colombo, Izabete Cristina Pavin, recebe o Certificado de Reconhecimento pelo projeto Coleta Verde

Após constatar que havia uma produção excedente proveniente da agricultura familiar, a gestão municipal procurou um projeto para fomentar a economia local e melhorar a qualidade de vida das pessoas. Após a aprovação de uma lei, a Secretaria Municipal de Agricultura e Abastecimento implementou o programa, promovendo a escoação dos produtos produzidos pela agricultura familiar do município.

Para participar, uma vez por mês o morador troca dez quilos de materiais recicláveis por uma sacola de 5 quilos de produtos oriundos da agricultura familiar do município. Todo o material reciclável arrecadado é doado para associações de catadores cadastradas junto a Secretaria de Meio Ambiente, gerando renda para esses trabalhadores. O projeto evoluiu: em 2015, quando foi lançado, eram seis pontos de troca; em 2018 foi ampliado e alcançou 36 bairros da cidade.

O projeto possui um custo mensal de cerca de R$ 60 mil, entre despesas com pessoal e custos operacionais relativos à compra das sacolas com as hortaliças, combustíveis para transporte dos colaboradores e impressão de folders. Entre os benefícios da iniciativa estão a destinação correta de materiais recicláveis, gerando renda para as associações de catadores e preservando o meio ambiente, melhoria na qualidade de vida dos moradores, com alimentos de procedência garantida, além de renda aos produtores agrícolas. Os bons resultados garantiram ao projeto o Certificado de Reconhecimento do Prêmio Gestor Público Paraná (PGP-PR) 2019, uma das premiações mais importantes desse segmento no país.

Mais informações sobre esse projeto e sobre outras iniciativas premiadas no PGP-PR, você encontra no nosso Banco de Projetos.

Relacionados

19 DE FEVEREIRO DE 2021

Plataforma leva educação a distância para crianças de Guaíra

Com projeto inovador, Educárius EAD garantiu que os alunos continuassem os estudos por...

12 DE FEVEREIRO DE 2021

Capacitação de empreendedores fortalece economia de Ponta Grossa

Voe Aceleradora de Negócios fez com que empresários de Ponta Grossa, nos Campos Gerais,...

5 DE FEVEREIRO DE 2021

Mandirituba mapeia realização de ODS na administração pública

Iniciativa ampliou a visão de futuro e planejamento e contribuiu para uma gestão mais...

29 DE JANEIRO DE 2021

Abertura de empresas movimenta economia de Fazenda Rio Grande

Programa de Aceleração ao Desenvolvimento Econômico realiza o assessoramento para...

22 DE JANEIRO DE 2021

Aplicativo facilita a solicitação de serviços públicos em Agudos do Sul

Agudos de Portas Abertas permite que o cidadão apresente sua demanda pelo celular, sem...

15 DE JANEIRO DE 2021

Curitiba promove a participação popular nas decisões do orçamento

Fala Curitiba: Programa de Consulta Pública Municipal inovou no atendimento à...