CONFIRA O PROGRAMA BOM GESTOR PÚBLICO SOBRE ESSE PROJETO:

 

Ambulatório de Especialidades Dermatológicas resolveu o problema da falta de profissionais especializados na área e diminuiu o tempo de espera por procedimentos

A dermatologia é uma área da medicina que atua no diagnóstico, prevenção e tratamento de doenças relacionadas à pele, pelos, mucosas, cabelo e unhas. Segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia, o câncer de pele, por exemplo, corresponde a 33% de todos os diagnósticos da doença no Brasil. Pensando nisso e aliada com a falta de profissionais especializados na área, a Prefeitura de Apucarana, no Norte Central do Paraná, criou o Ambulatório de Especialidades Dermatológicas, diminuindo o tempo de espera por consultas.

Diretor-presidente da Autarquia Municipal de Saúde de Apucarana, Roberto Kaneta, recebe o Certificado de Reconhecimento pelo Ambulatório de Especialidades Dermatológicas

Cerca de duas mil pessoas estavam aguardando atendimento dermatológico no município. Entretanto, a baixa oferta de especialização na área em todo o Paraná e a alta demanda por profissionais fez com que Apucarana conseguisse, em 2015, credenciamento junto ao Ministério da Educação (MEC) para ofertar residência médica em Dermatologia. Em 2017, foi formado um grupo de trabalho e adequação do espaço físico que abrigaria o projeto. No ano seguinte, a primeira turma de médicos residentes foi formada.

Para que a iniciativa desse certo, foi realizado um estudo para identificar o melhor local que pudesse abrigar o ambulatório, sendo necessário também a realização de reformas para adequação do espaço. O passo seguinte foi a aquisição dos materiais necessários para os atendimentos. Com a equipe formada, os primeiros pacientes foram atendidos em 2019, já com um feito histórico: no mesmo ano foi zerada a fila de espera por consultas. Os custos entre reforma e compra de materiais e insumos foram de R$ 350 mil, com recursos da própria gestão municipal.

O Ambulatório de Especialidades Dermatológicas é o único da região Norte do estado a ter uma máquina para realização do serviço de fototerapia — utilização de luzes especiais como forma de tratamento para problemas de pele — na rede pública de saúde da região Norte. Doenças como Vitiligo, Dermatite Atópica, Psoríase e Hanseníase agora podem ser tratadas no ambulatório.

Entre os benefícios da iniciativa estão a diminuição do tempo de espera por consulta na especialidade de dermatologia, aumento da resolutividade dos atendimentos de baixa complexidade na atenção básica e qualificação dos encaminhamentos para a especialidade dermatologia. Os bons resultados garantiram ao projeto o Certificado de Reconhecimento do Prêmio Gestor Público Paraná (PGP-PR) 2019, uma das premiações mais importantes desse segmento no país.

Mais informações sobre esse projeto e sobre outras iniciativas premiadas no PGP-PR, você encontra no nosso Banco de Projetos.

Relacionados

15 DE JANEIRO DE 2021

Curitiba promove a participação popular nas decisões do orçamento

Fala Curitiba: Programa de Consulta Pública Municipal inovou no atendimento à...

8 DE JANEIRO DE 2021

Colombo gera renda, melhora o meio ambiente e a saúde de moradores

Coleta Verde realiza a troca de materiais recicláveis por hortaliças produzidas por...

18 DE DEZEMBRO DE 2020

Colombo proporciona que moradores participem de decisões da saúde

Participação Popular no Planejamento Municipal de Saúde fez com que a população...

11 DE DEZEMBRO DE 2020

Cascavel auxilia na aprendizagem de crianças com deficiências

Aprender Digital atende alunos de 7 a 10 anos da rede municipal de ensino com...

4 DE DEZEMBRO DE 2020

Maringá promove participação de startups na solução de problemas

Edital de Inovação Para Fomento de Startups estimula o desenvolvimento de ideias...

20 DE NOVEMBRO DE 2020

Guaratuba combate vulnerabilidade social oferecendo aulas no contraturno

Porto Seguro oferece atividades diferenciadas nas áreas de esporte, artes, cultura e...