CONFIRA O PROGRAMA BOM GESTOR PÚBLICO SOBRE ESSE PROJETO:

 

Programa de Inseminação Artificial melhorou a genética do gado e aumentou a renda dos produtores, garantindo mais qualidade, produtividade e competitividade

A agropecuária é uma das principais atividades econômicas do Paraná e tem se mostrado resistente aos períodos de crise. Entretanto, para se ter uma produção constante é necessário encontrar formas de garantir ao produtor as condições para que ele permaneça no campo e, inclusive, aumente sua produção e renda. Pensando nisso, a Prefeitura de Santana do Itararé, no Norte Pioneiro, criou o Programa de Inseminação Artificial (PIA), que revolucionou a produção de leite na cidade.

Prefeito de Santana de Itararé, Joás Ferraz Michetti, recebe a Menção Honrosa pelo Programa de Inseminação Artificial

Em 2004, a produção leiteira do município era, em média, de 5 mil litros por dia. Mas sem nenhum projeto de apoio aos produtores, a atividade se mostrava inviável economicamente. Para reverter esse cenário, a prefeitura investiu em um projeto que melhorasse a genética do gado. Uma parceria foi firmada entre a gestão pública, empresa e produtores, sendo que com o relançamento do PIA a média diária de produção passou para 60 mil litros por dia.

A prefeitura fornece o botijão de sêmen e o nitrogênio líquido, sendo responsável também por fornecer veículo, combustível, luvas, bainha e um inseminador capacitado para realizar o procedimento. Os produtores adquirem o sêmen e monitoram o rebanho, avisando ao inseminador o horário do cio para que seja realizada a inseminação. A empresa é responsável por oferecer sêmen de qualidade e eficiência comprovada.

Os produtores recebem orientações de técnicos capacitados pela empresa. Outro diferencial do PIA é o acasalamento genético, em que são avaliados, por meio de um programa de computador, quais as melhores indicações de sêmen para atender as necessidades e objetivos do rebanho do produtor, resultando na otimização dos recursos. Todos os serviços prestados pela prefeitura possuem um orçamento de R$ 60 mil anuais.

Entre os principais benefícios do PIA estão a melhora genética do gado, o que contribui para o aumento da produção e da qualidade do leite; o combate ao êxodo rural, garantindo mais renda e oportunidade aos produtores; e também visibilidade ao que é produzido, já que a prefeitura passou a promover a Feira do Produtor Rural. Os bons resultados garantiram ao projeto o Prêmio Gestor Público Paraná (PGP-PR) 2016 e uma Menção Honrosa em 2017, uma das premiações mais importantes desse segmento no país.

Mais informações sobre esse projeto e sobre outras iniciativas premiadas no PGP-PR, você encontra no nosso Banco de Projetos.

Relacionados

16 DE OUTUBRO DE 2020

Guaíra investe em tecnologia da informação e amplia atendimento do SUS

Projeto Saúde Digital investiu em equipamentos novos de informática e atualização de...

2 DE OUTUBRO DE 2020

Paranavaí investe em tecnologia para gestão da malha asfáltica

GeMap mapeou as ruas da cidade, auxilia na gestão do asfalto e na decisão racional dos...

25 DE SETEMBRO DE 2020

Santa Mariana moderniza a iluminação pública e melhora segurança

Cidade Luminosa trocou todas as luminárias de vapor de sódio e mercúrio pelas de LED,...

18 DE SETEMBRO DE 2020

Marechal Cândido Rondon supre demanda por água e diminui custos de produtores

Piloto Cisternas Rurais foi pensado para diminuir os efeitos da estiagem na...

11 DE SETEMBRO DE 2020

Unidades de Conservação garantem proteção ao meio ambiente em Bituruna

Parques Ambientais fez com que a receita aumentasse por meio do recebimento do ICMS...

4 DE SETEMBRO DE 2020

População participa da gestão de resíduos sólidos em Ibiporã

Coleta Seletiva Integral recolhe materiais recicláveis, orgânicos e rejeitos, realiza a...