CONFIRA O PROGRAMA BOM GESTOR PÚBLICO SOBRE ESSE PROJETO:

 

Cidade Luminosa trocou todas as luminárias de vapor de sódio e mercúrio pelas de LED, mais econômicas e com maior durabilidade, reduzindo os gastos da prefeitura com manutenção

A iluminação pública é uma responsabilidade dos municípios, de acordo com a Constituição Federal de 1988 e de Resolução Normativa da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL). Fator essencial para as cidades e à população, ela permite a melhora na qualidade de vida, proporcionando que os moradores possam desfrutar dos espaços públicos no período noturno. Esses e outros fatores influenciaram a Prefeitura de Santa Mariana, no Norte Pioneiro, a desenvolver o projeto Cidade Luminosa.

Prefeito de Santa Mariana, Jorge Rodrigues Nunes, recebe o Troféu PGP-PR pelo Cidade Luminosa

Após um tornado destruir a rede de iluminação pública em 2016, a gestão municipal, diante dos altos gastos de manutenção dos equipamentos, decidiu trocar as luminárias de vapor de mercúrio e vapor de sódio pelas luminárias em LED, que possuem maior durabilidade e são mais econômicas. Foram realizadas pesquisas para avaliar qual seria o melhor modelo de luminária para atender as necessidades da cidade.

Para que o projeto pudesse ser implementado, a prefeitura elaborou o projeto e lançou um edital para compra dos equipamentos. Foi regulamentada também a Contribuição para o Custeio do Serviço de Iluminação Pública (Cosip) e a realização de um financiamento junto ao Banco do Brasil para pagamento das obras. Todo o perímetro urbano da cidade recebeu as novas luminárias. Já na área rural elas foram instaladas em pontos estratégicos. O orçamento total foi de cerca de R$ 1,8 milhão e o financiamento será totalmente pago até 2021.

Entre os principais benefícios que o Cidade Luminosa oferece estão uma iluminação pública de qualidade, proporcionando maior sensação de segurança aos moradores, além da diminuição de 50% nos gastos com a iluminação pública e garantia de cinco anos dos equipamentos, diminuindo os gastos com manutenção. Após o pagamento do financiamento, a conta dos moradores também irá ficar mais barata. Os bons resultados garantiram ao projeto o Prêmio Gestor Público Paraná (PGP-PR) em 2018, uma das premiações mais importantes desse segmento no país.

Mais informações sobre esse projeto e sobre outras iniciativas premiadas no PGP-PR, você encontra no nosso Banco de Projetos.

Relacionados

16 DE OUTUBRO DE 2020

Guaíra investe em tecnologia da informação e amplia atendimento do SUS

Projeto Saúde Digital investiu em equipamentos novos de informática e atualização de...

9 DE OUTUBRO DE 2020

Santana do Itararé aumenta produção de leite e combate êxodo rural

Programa de Inseminação Artificial melhorou a genética do gado e aumentou a renda dos...

2 DE OUTUBRO DE 2020

Paranavaí investe em tecnologia para gestão da malha asfáltica

GeMap mapeou as ruas da cidade, auxilia na gestão do asfalto e na decisão racional dos...

18 DE SETEMBRO DE 2020

Marechal Cândido Rondon supre demanda por água e diminui custos de produtores

Piloto Cisternas Rurais foi pensado para diminuir os efeitos da estiagem na...

11 DE SETEMBRO DE 2020

Unidades de Conservação garantem proteção ao meio ambiente em Bituruna

Parques Ambientais fez com que a receita aumentasse por meio do recebimento do ICMS...

4 DE SETEMBRO DE 2020

População participa da gestão de resíduos sólidos em Ibiporã

Coleta Seletiva Integral recolhe materiais recicláveis, orgânicos e rejeitos, realiza a...